Top Five: Séries Que Você Provavelmente Não Está Assistindo (Mas Deveria)

by

Com a popularização da conexão por banda larga (e, em menor escala, das redes de TV por assinatura), ficou muito mais fácil acompanhar as famosas séries de TV americanas. Diferentemente da teledramaturgia brasileira, a qual insiste em utilizar as mesmas velhas fórmulas, a produção estadunidense (odeio essa palavra, por mais correta que ela seja) tem como grande atrativo a constante procura por inovação. Seja por criar novos estilos ou abordar os velhos gêneros por uma nova óptica, acaba-se formando uma coleção de produtos para todos os gostos.

Obviamente alguns programas são tão bem-sucedidos que acabam atraindo a atenção de todos. Não estou aqui para falar de séries desse grupo, como Lost, 24 horas, Dexter, Friends, Heroes, dentre outros. Como já diz o título do post, aqui vão as cinco melhores séries que você provavelmente ignora. Se você já costuma assisti-las, parabéns! Se não, fica a dica.

#5: Mad Men

Onde e Quando?
EUA: AMC, domingo, 22h
Brasil: em hiato (transmitida pela HBO)

Nova Iorque, anos 60. Na efervescente economia americana pós-guerra, as agências de publicidade ganham cada vez mais destaque. E é exatamente esse ambiente que nos é apresentado por Mad Men, série criada por Matthew Weiner (produtor e roteirista de The Sopranos).

Construindo paralelos entre a publicidade e a própria sociedade americana, a série forma um retrato fiel de uma época que, embora residente no passado, tem muito a ver com tudo o que acontece no mundo contemporâneo. Não é à toa que recebeu o Emmy de Melhor Série Dramática deste ano.

#4: Arrested Development

Onde e Quando?
EUA: fora do ar
Brasil: fora do ar

A exceção desta lista, Arrested Development é a única que já foi cancelada. Mau sinal? Pelo contrário. AD infelizmente não encontrou uma grande audiência entre os americanos, o que é essencial para a sobrevivência de qualquer programa (dinheiro é tudo!). O que deu errado?

Provavelmente foi uma disjunção entre a premissa e o resultado da produção. Como assim? Explico: AD contava a história da rica Família Bluth, que, devido a um escândalo empresarial provocado por seu patriarca, George, vê-se de repente pobre e de pernas para o ar. Cabe ao primogênito, Michael, reestabelecer a ordem e a união familiar. Nada de muito inovador, não é mesmo?

Pois é. AD prometia ser apenas uma sitcom como qualquer outra, no estilo das infames séries familiares dos anos 80 e 90 (daquelas com laugh track e tudo). E é possível que, se fosse esse o caso, a série ainda estivesse viva. Maior exemplo? Two and a Half Men. Argh. Mas como dizia o poeta, melhor viver uma vida curta mas valiosa…

E como foi valiosa. AD inovou ao adotar um estilo de pseudo-documentário, com muita metalinguagem, bizarrice e humor negro. Também não atrapalhava o fato de a série possuir o melhor e mais bem entrosado elenco cômico dos últimos anos, o qual, aliado com roteiros afiadíssimos, elevou AD a um patamar alcançado por poucos.

#3: Friday Night Lights

Onde e Quando?
EUA: DIRECTV, quarta-feira, 21h
Brasil: Sony, sexta-feira, 22h

“Série sobre futebol americano? Aff.” Certamente que a maioria dos brasileiros pensa isso sobre Friday Night Lights, e não é sem uma boa razão. Afinal, quem curte futebol americano? Bem, eu curto, e muito, mas isso é outra história…

É verdade que aqueles que gostam do esporte da bola oval tem muito mais chances de apreciar a série em sua totalidade, mas isso não é essencial. Muito mais do que um seriado sobre o esporte, FNL é um seriado sobre a vida daqueles que o praticam. Indo além, é uma imagem extremamente realista de como o futebol influencia as vidas daqueles que não o praticam.

Ao tomar como cenário uma pequena cidade do interior do Texas e como “protagonista” seu time do Ensino Médio, FNL se distingue das milhares de high school series por aí. Não tenho nada pessoal contra The OC, Gossip Girl, 90210 etc., mas um pouco de verossimilhança é bom para variar um pouco.

#2: Flight Of The Conchords

Onde e Quando?
EUA: em hiato (retorna na HBO em 2009)
Brasil: Maxprime, quarta-feira, 23h

Em uma frase? Não existe nada na TV como Flight Of The Conchords.

Mesmo.

É difícil explicar a série. Sim, é um velho clichê, mas você tem que vê-la pra entendê-la. A saga de uma dupla de músicos neozelandeses (que se auto-entitulam a quarta mais popular dupla neozelandesa de folk baseado-em-guitarra e digi-bongô de acapella-rap-funk-comédia) em busca de sucesso em Nova Iorque é surreal. É um misto de Weird Al Yankovic com Borat com “Os Grandes Músicos”, de Christopher Guest. E, ao mesmo tempo, é muito mais do que isso.

Não entendeu? Pois é, então veja abaixo um trecho do primeiro episódio…

Depois de assistir a série, confira os cds da banda… simplesmente brilhantes.

#1: How I Met Your Mother


Onde e Quando?
EUA: CBS, segunda-feira, 20h30
Brasil: Foxlife, quarta-feira, 14h

How I Met Your Mother é provavelmente a série que, naquilo que diz respeito a conteúdo, mais se aproximou do sucesso de Friends (e por muitas vezes até superou o velho seriado dos amigos). Concomitantemente, é um dos seriados que mais alavancou o conceito de narrativa como parte fundamental da história.

A série nos mostra Ted, um nova-iorquino cinquentão, no ano de 2030, contando a seus dois filhos a história de como conheceu a mãe deles. Tudo o que vemos, portanto, são flashbacks, memórias que o personagem nos conta. Isso cria um ambiente de criatividade ilimitada para os roteiristas do programa, que não estão presos às amarras de continuidade – afinal, qualquer incoerência na história pode ser atribuída à memória falha de Ted.

Um dos maiores atrativos de HIMYM, no entanto, é o esforço de seus criadores de manter coesa uma complexa teia de acontecimentos. Por vezes vemos um fato ser brevemente comentado em um episódio da primeira temporada (em uma cena do tipo “blink-and-you’ll-miss-it”), para então ser retomado em um episódio da terceira temporada. Isso cria uma sensação de maior realidade, como se os personagens realmente fossem pessoas do mundo real (redundância?).

E, como não poderia deixar de mencionar, existe o Barney… o melhor personagem cômico inventado nos últimos 10 anos, sem dúvida alguma. NPH apavora.

Concorda com a lista? Discorda da lista? Deixe seu comentário e diga quais séries deveríamos assistir.

Tags: , , , , , , ,

4 Respostas to “Top Five: Séries Que Você Provavelmente Não Está Assistindo (Mas Deveria)”

  1. neto Says:

    hahah tinha escrito um post parecido… com as 5 melhores séries…
    Friends, Dexter, Lost, HYMYM e FNL =]
    Depois coloco no ar..
    Fazer um top5 de tudo =]

  2. Top Five: Livros que você deveria ler « WTF? Says:

    […] Five: Livros que você deveria ler Dando prosseguimento a idéia do Top Five postado pelo uratani, coloco meu Top Five de Livros […]

  3. nhq Says:

    cd Dexter?? Seu Nba…

  4. uratani Says:

    Leia o post de novo, vó! Mas de verdade agora…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: